Universidade Federal de Sergipe é alvo de denúncias de racismo

Professor aprovado em concurso teria sido preterido por ser negro e candomblecista

atualizado 02/05/2021 9:54

O professor Ilzver de MatosReprodução/Unit

A Universidade Federal de Sergipe (UFS) virou o centro das atenções no mundo acadêmico nacional, em torno de uma decisão tomada pelo Conselho Departamental de Direito (DDI) esta semana. Segundo as denúncias, o órgão teria preterido o candidato aprovado em concurso público, o professor doutor Ilzver de Matos Oliveira, supostamente por este ser negro e candomblecista.

No lugar do aprovado no concurso, o Conselho do DDI decidiu, por 11 votos a cinco, pela abertura prévia de edital de remoção, solicitado por um professor lotado no Campus de Itabaiana que, segundo as denúncias, não possui título de doutor, requisito para ingressar na vaga.

Confira mais informações no site F5 News, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias