Fluxo total de veículos nas estradas cai 0,1% em julho ante junho

Fluxo de veículos leves pelas estradas caiu 1,5%. Levantamento é da ABCR

Daniel Ferreira/MetrópolesDaniel Ferreira/Metrópoles

atualizado 09/08/2019 13:05

O fluxo total de veículos pelas estradas pedagiadas do país apresentou queda de 0,1% em julho em relação a junho, descontados os efeitos sazonais. Na mesma base de comparação, o fluxo de veículos leves pelas estradas caiu 1,5%.

Já as passagens dos pesados (caminhões e ônibus) pelas praças de pedágios ficaram 2,1% maiores em julho. É o que mostra o Índice de Atividade da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (Índice ABCR), calculado em parceria com a Tendências Consultoria Integrada.

“Após dois meses de resultados interanuais afetados pelo efeito greve dos caminhoneiros, o fluxo indicou em julho retorno ao padrão habitual”, explica Thiago Xavier, analista da Tendências Consultoria.

De acordo com o economista, o crescimento moderado do fluxo de veículos leves e de pesados refletiu o mês com ganho de um dia útil no comparativo com o ano passado (23 x 22), mesmo que com uma atividade econômica em retomada lenta, o que influencia o ritmo do número de veículos de passeio e de carga.

“A relativa estabilidade ante ao mês de junho – quando se extraem os efeitos sazonais – reforça o movimento continuado da economia com pouco dinamismo em meses recentes”, informa o analista.

Últimas notícias