Tiroteios no Rio fazem nove mortos em comunidades da cidade

Chefe do tráfico e mais um suspeito foram mortos no Morro dos Prazeres, em Santa Teresa, onde outras 4 pessoas foram baleadas

atualizado 27/04/2021 13:09

Fernando Frazão/Agência Brasil

Rio de Janeiro – Confrontos entre policiais e traficantes em pelo menos quatro favelas cariocas deixaram, até a manhã desta terça-feira (27/4), nove mortos e mais oito pessoas baleadas. Os tiroteios começaram na noite de segunda-feira (26/4) e seguem na manhã desta terça.

No Morro dos Prazeres, em Santa Teresa, na Região Central, dois traficantes morreram. Um deles é apontado pela polícia como o chefe do tráfico na comunidade. Mais quatro pessoas foram baleadas no local, mesma quantidade de feridos do Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, na zona norte.

Também houve troca de tiros na Providência, no Centro, e na Mangueira, na zona norte.

Segundo a Polícia Militar carioca, a troca de tiros no Prazeres começou após traficantes atacarem agentes da corporação. O chefe do tráfico, conhecido por ‘Marcelinho dos Prazeres’, acompanhado de outro traficante, identificado apenas como Gabriel GB, morreram.

Uma mulher que estava em uma van foi atingida por uma bala perdida de raspão no pescoço. Ela foi medicada e não corre risco de morrer.

Outros três homens também foram baleados e levados para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro. Ao menos um deles era traficante, segundo a polícia, mas não há informações sobre a identidade e o estado de saúde dele e dos demais. Os agentes da polícia apreenderam um fuzil, uma pistola, carregadores e drogas.

Mais tiros

No Juramento, também na Zona Norte do Rio, a troca de tiros entre policiais e traficantes deixou quatro suspeitos baleados. Eles foram socorridos ao Hospital Municipal Salgado Filho. O Globocop flagrou quando uma viatura levava os feridos.

Um PM chegou a fazer o percurso do lado de fora do carro, preso à janela, por causa da lotação.

Segundo a PM, o tiroteio começou após uma equipe flagrar traficantes atravessando a passarela que liga o Juramento ao Juramentinho, na Avenida Pastor Martin Luther King Jr, em Tomás Coelho. Policiais do 41º BPM (Irajá) apreenderam um fuzil, uma pistola e uma granada.

Na Providência, Região Central do Rio, segundo a PM, equipes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Providência e da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) estavam em policiamento na comunidade quando foram atacados.

Não havia informações de prisões, apreensões ou feridos até a última atualização desta reportagem.

Já na Mangueira, também na zona norte, moradores afirmaram em redes sociais que acordaram ao som de tiros. De acordo com os relatos, os disparos começaram por volta das 5h.

Até a última atualização desta reportagem, a Polícia Militar não havia informado sobre operações na região.

Últimas notícias