STF nega pedido de prisão domiciliar para ex-presidente do TJBA

A defesa da desembargadora afastada tentou estender um benefício concedido a outros presos, inseridos em grupos de risco para a Covid-19

atualizado 16/04/2020 16:41

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes negou novo pedido de conversão da prisão preventiva da ex-presidente do Tribunal de Justiça da Bahia Maria do Socorro Barreto Santiago em prisão domiciliar.

A decisão monocrática foi inserida no sistema do STF nesta quinta-feira (16/04), após a defesa da desembargadora afastada tentar estender benefício concedido a outros presos, inseridos em grupos de risco para a Covid-19.

Leia a reportagem completa no Bahia Notícias, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias