SP: polícia prende suspeitos de sequestrarem influencer do Free Fire

Arthur Ramos, conhecido como Crusher Fooxi 10, foi vítima de um sequestro relâmpago com a namorada e foi obrigado a fazer PIX aos bandidos

atualizado 01/09/2021 8:48

O influencer do free fire André Ramos, conhecido como Crusher Fooxi 10, sofreu um sequestro relâmpagoReprodução/Instagram

São Paulo – A polícia prendeu dois homens por sequestro e extorsão ao gamer e influenciador digital Arthur Ramos, de 22, conhecido no Free Fire como “Crusher Fooxi 10“. Os suspeitos, ambos de 27 anos, foram detidos em Pariquera-Açu, no interior de São Paulo.

A Polícia Civil informou nesta quarta-feira (1/9) que um terceiro suspeito, de 28 anos, também foi identificado. O influencer do Free fire foi sequestrado no dia 18 de agosto junto com a namorada e a sogra, em Pariquera.

Os três foram rendidos por dois criminosos na casa da namorada de Crusher Fooxi 10 e conduzidos à cidade de São Paulo no carro de luxo do jogador online.

O gamer e as duas mulheres foram obrigados a realizar transferências bancárias de transferências, via PIX, aos bandidos. Segundo a polícia, a soma total das operações foi de R$ 35 mil. 

Os criminosos ainda roubaram objetos pessoais, como telefones celulares, aparelhagem de som do veículo, entre outros, o que gerou um prejuízo aproximado de R$ 73 mil. Eles foram liberados na capital.

0
Relato pelas redes sociais

O próprio influenciador usou as redes sociais para relatar o ocorrido. André aproveitou para alertar os seguidores sobre crimes dessa natureza. 

O jovem denunciou o caso na Delegacia Sede de Pariquera-Açu, que logo iniciou as investigações. Os agentes identificaram os suspeitos do crime e a Justiça concedeu a prisão temporária de todos.

Um criminoso foi detido no dia 23 de agosto por policiais do Garra de São Paulo. O outro suspeito foi preso no dia 25 de agosto, por policiais civis da Delegacia de Pariquera-Açu.

O homem é acusado de prestar o suporte para a prática do crime, fornecendo local para os envolvidos ficarem durante oito dias na região do Vale do Ribeira. Além disso, ele passou informações sobre a rotina da vítima.

Últimas notícias