Sobe para 54 número de mortos em MG em decorrência das chuvas

Duas pessoas continuam desaparecidas, de acordo com boletim da Defesa Civil divulgado na manhã desta quarta-feira (29/01/2020)

Ministério do Desenvolvimento Regional/Divulgação

atualizado 29/01/2020 13:37

Subiu para 54 o número de mortos em decorrência das chuvas que atingem Minas Gerais. Desses, 42 morreram soterrados, oito arrastados pelas águas e três afogados. Duas pessoas continuam desaparecidas.

A 54ª vítima foi confirmada no início da tarde desta quarta-feira (29/01/2020) pelo tenente coronel Flávio Godinho, coordenador adjunto da Defesa Civil.

Ao todo, 46,9 mil mineiros foram afetados pelas chuvas desde a última sexta-feira (24/01/2020). São, ao todo, 38 mil desalojados. As informações foram publicadas em boletim da Coordenadoria de Defesa Civil do estado, nesta quarta-feira (29/01/2020).

Com chuva “extremamente forte”, Belo Horizonte voltou a sofrer na noite dessa terça-feira (28/01/2020) com grave enxurrada, que arrastou carros, interditou vias e alagou casas e comércios, causando enormes prejuízos.

Identificado como a 53ª vítima, um homem de 45 anos morreu soterrado nessa terça-feira em Nova Lima, região metropolitana da capital mineira.

Previsão de chuva
Para esta quarta-feira, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê céu nublado com chances de pancadas de chuva e trovoadas em boa parte de Minas Gerais. “A Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), fenômeno que está favorecendo as condições para os temporais no estado perde força”, explicou o governo de MG, em nota.

Com isso, as chuvas perdem força nas regiões norte e leste de Minas e se intensificam no oeste e no sul. As temperaturas podem variar entre a mínima, de 11°C, e a máxima, de 34°C.

Doações
O governo anunciou, na manhã desta quarta, o recebimento de doações para atingidos pelas chuvas no estado e a estruturação de uma série de ações de mitigação dos danos nos municípios mais afetados.

Últimas notícias