“Silêncio” de Pazuello na CPI da Covid vira playlist no Spotify. Veja

Coletânea viralizou nas redes. Lista de músicas é eclética e inclui títulos que vão de Enjoy The Silence, O Silêncio do Inocentes e Calados

atualizado 16/05/2021 20:30

Ministro da saúde Eduardo Pazuello no governo bolsonaroIgo Estrela/Metrópoles

Uma coletânea com 44 músicas e 2h49 de duração viralizou nas redes sociais. O motivo é a referência ao silêncio do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello na CPI da Covid, que investiga as ações e omissões do governo federal no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

Com músicas do tipo Enjoy The Silence, O Silêncio do Inocentes, Cálice, Calados e Eu Não Vou Dizer Nada, a playlist, no Spotify, foi intitulada de Pazuello na CPI.

A brincadeira foi feita após o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), ter concedido habeas corpus, na sexta-feira (14/5), ao ex-ministro. Assim, Pazuello fica livre para responder somente às perguntas que quiser durante a CPI da Covid, em depoimento marcado para quarta-feira (19/5).

Na decisão, o magistrado assegurou a Pazuello os seguintes direitos:

  • O direito ao silêncio, isto é, de não responder a perguntas que possam, por qualquer forma, incriminá-lo;
  • O direito a ser assistido por advogado durante todo o depoimento;
  • O direito a ser inquirido com dignidade, urbanidade e respeito, não podendo sofrer quaisquer constrangimentos físicos ou morais, em especial ameaças de prisão ou de processo.
  • Apesar do direito de ficar calado durante perguntas que possam incriminá-lo, Pazuello terá que “falar a verdade” quando a questão não se encaixar nesse quesito.

A fala do ex-ministro é considerada crucial para os trabalhos da comissão. Ao deixar o cargo, o general ligou sua demissão a um complô de políticos interessados em verba pública e “pixulé”. Na avaliação de senadores, ele sabe de escândalos que podem comprometer o governo.

A gestão

A gestão do general do Exército Pazuello no Ministério da Saúde durou entre maio de 2020 e março de 2021. O depoimento dele é um dos mais aguardados por integrantes da CPI. Enquanto comandante da pasta, foram apontadas as seguintes questões, que serão alvo de questionamento dos parlamentares:

  • Recordes sucessivos no número de mortes por Covid;
  • recomendação de medicamentos e tratamentos ineficazes contra a Covid;
  • crise no fornecimento de oxigênio para hospitais;
  • atraso na compra de vacinas.

Além disso, Eduardo Pazuello é investigado por suposta omissão no enfrentamento da pandemia no Amazonas. A apuração tem como foco o colapso da saúde em Manaus. O Ministério Público Federal diz que o então ministro sabia do iminente colapso no abastecimento de oxigênio e não atuou para impedi-lo.

0

Últimas notícias