metropoles.com

Brasil tem queda de 46,6% no número de casos da dengue em 2021

Óbitos caíram 62% em relação a 2021. Ministério da Saúde lança, nesta terça-feira (30/11), nova campanha de combate ao Aedes aegypti

atualizado

Compartilhar notícia

Mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e da chikungunya
1 de 1 Mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e da chikungunya - Foto: null

O Brasil teve queda no número de casos e óbitos por dengue em 2021. Até o momento, neste ano, houve 494.992 registros da doença, redução de 46,6% em relação a 2020.

Os óbitos pela doença tiveram redução de 62%. Em 2021, foram 212 registros até o momento, enquanto em 2020 as mortes chegaram a 564. Os dados são da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), do Ministério da Saúde.

A pasta lançou, nesta terça-feira (30/11), nova campanha de combate ao Aedes aegypti. O mosquito é vetor de doenças causadas por arbovírus como a dengue, zyka e chikungunya.

A ação destaca as atitudes individuais importantes para o combate ao mosquito. “O Brasil tem diminuído as arboviroses, mas alguns estados têm chamado a nossa preocupação. É por isso que precisamos estar atentos e vigilantes”, destacou o secretário vigilância em saúde, Arnaldo Medeiros.

Os casos de chikungunya aumentaram neste ano e alcançaram o número de 90.147. Os óbitos, por outro lado, reduziram 64% (10 registros até o momento). A  região sudeste apresentou maior incidência, mas não houveram mortes registrados por zika vírus. São 5.710 casos prováveis no país, até o momento (queda de 17,6%).

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações