*
 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a distribuição, comercialização e uso dos lotes da loção capilar Loção Camélia do Brasil, da empresa Suissa Industrial e Comercial Ltda. A resolução foi publicada nesta segunda-feira (4/9) no Diário Oficial da União.

Segundo a Anvisa, um laudo emitido pela Fundação Ezequiel Dias de Minas Gerais (Funed) apontou irregularidades no rótulo do produto, que estava com registro vencido desde 30 de novembro de 2014, sendo regularizado apenas em 7 de julho de 2016. A fabricante deverá tirar do mercado o estoque do produto relativo a esse período.

A empresa afirma que, por existir a obrigatoriedade de impressão do número do processo de registro na embalagem, alguns lotes saíram com o número errado, por problema burocrático, mas não há risco à população com o uso do produto.

A loção é vendida pela empresa como capaz de restituir progressivamente a cor dos cabelos, e auxiliar no tratamento cosmético da caspa.

 

 

COMENTE

AnvisaSuissaloção capilar
comunicar erro à redação

Leia mais: Saúde