São Paulo tem 5.211 profissionais de saúde afastados com Covid e gripe

Número de profissionais infectados pelo coronavírus quase dobra em uma semana. Outras síndromes gripais agravam o problema

atualizado 22/01/2022 20:47

O número de profissionais de saúde infectados pela Covid quase dobrou em uma semana na cidade de São Paulo. Dados divulgados de forma atrasada pela Secretaria Municipal de Saúde nessa sexta-feira (21/1) mostram que 2.688 profissionais já foram contaminados com o novo coronavírus na capital.

O número é 91,6% maior que o de uma semana atrás,  quando o número contabilizado era de 1.403.

O número de profissionais afastados, sem diagnóstico confirmado, também acompanhou o ritmo. Ao todo, 5.211 funcionários estão de licença médica — um aumento de 63,2% em relação à semana passada, quando 3.193 estavam na mesma situação —, incluindo influenza e outros problemas de saúde.

Com outras síndromes gripais, a secretária contabiliza 2.416 infectados, ante 1.683 na semana anterior. A cidade registrou 107 mortes de profissionais de saúde, número que permanece o mesmo desde o dia 6 de dezembro.

Mais lidas
Últimas notícias