Russomanno faz pausa na campanha e lamenta morte de aliado: “Muito triste”

Presidente municipal do Republicanos, Marcos de Alcântara, morreu neste domingo, vítima de câncer. Ele coordenava a campanha de Russomanno

atualizado 25/10/2020 15:18

celso russomanno em campanhaRafaela Felicciano/Metrópoles

São Paulo – O deputado federal Celso Russomanno (Republicanos) faz uma pequena pausa em sua campanha à prefeitura de São Paulo neste domingo (25/10) para homenagear o presidente da sigla na cidade, Marcos de Alcântara, que faleceu vítima de câncer.

Alcântara costurou e coordenou a campanha de Russomanno. Nas últimas semanas, quando o quadro de saúde do político se agravou, essa coordenação foi assumida pelo marqueteiro da campanha, Elsinho Mouco, que agora deverá permanecer sozinho na função.

“Estou muito triste”, disse Russomanno em conversa com jornalistas durante ato de campanha em um mercado no distrito da Penha, em São Paulo, na manhã deste domingo.
O candidato já estava a caminho do local quando soube da morte e por pouco a agenda não foi cancelada. Outros atos planejados para domingo, porém, não vão ocorrer. “Vou ao hospital abraçar a família”, disse Russomanno.
“E depois, em homenagem a ele, vamos redobrar o trabalho nessa campanha, para que ela seja vitoriosa”, completou o candidato, que lembrou ainda da luta da esposa contra o câncer e o quanto a doença é dura.
Veja imagens de Marcos de Alcântara:
0

Disputa acirrada em São Paulo
Segundo a última pesquisa do Datafolha, divulgada na quinta-feira (22/10), o tucano Bruno Covas ultrapassou Celso Russomanno na corrida das intenções de voto. Apesar do empate técnico devido à margem de erro, Covas agora tem 23%, contra 20% do adversário. Com 14%, Guilherme Boulos do PSol aparece em terceiro, empatado no limite da margem de erro com Russomanno.

“Estamos no segundo turno. É uma campanha com números acirrados”, disse o deputado, mantendo o discurso otimista, apesar de a queda na última sondagem ter abalado um pouco a confiança de sua corrida à Prefeitura do estado.

A equipe de Russomanno teme derretimento no fim da disputa, como ocorreu com o candidato em outras eleições municipais em São Paulo, em 2012 e 2016, quando ele também chegou a liderar as pesquisas, mas caiu na reta final.

Veja imagens da campanha de Russomanno neste domingo:

0

Últimas notícias