RJ: treinador de Muay Thai é demitido após ser indiciado por assédio

Dono da academia na Tijuca, zona norte do Rio, foi às redes sociais confirmar desligamento de professor

atualizado 23/07/2021 13:56

Professor de Muay Thai Edson SouzaFoto: Reprodução/Internet

Rio de Janeiro – O treinador de Muay Thai Edson Souza foi demitido da academia onde trabalhava, na zona norte do Rio, após ser indiciado por crimes de importunação e assédio sexual praticado contra quatro alunas entre 2015 e 2018.

Segundo o G1, as investigações da Polícia Civil do Rio apontaram que o professor assediava as alunas, na época ainda adolescentes.

Depois da divulgação do caso, outras duas ex-alunas buscaram a polícia para relatar situações semelhantes. Uma delas na Europa e outra em São Paulo.

A indicação dos agentes foi para que elas façam registro do caso. Como as duas são de fora da cidade, este registro terá que ser feito virtualmente.

O dono da academia Delfim, onde Edson trabalhava, na Tijuca, gravou um vídeo confirmando a demissão. “Estou aqui para comunicar que ele está desligado dos quadros da Academia Delfim. Muito obrigado e peço desculpas”, disse o dono da academia, Gabriel Ribeiro.

A defesa de Edson, no entanto, nega as acusações e diz que recebeu “com surpresa e indignação a notícia do indiciamento”.

Últimas notícias