RJ: avô é preso após estuprar e transmitir DST à neta de 7 anos

A investigação começou após criança ser atendida com forte coceira na região genital

atualizado 01/04/2022 13:59

Na fotografia colorida, lateral decarro da Polícia Civil do Rio de Janeiro ocupa centro da foto Rafaela Felicciano/Metrópoles

Rio de Janeiro – Um homem de 45 anos foi preso por agentes da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) acusado de estuprar a própria neta em Itaguaí, Rio de Janeiro. Ele foi capturado na última quinta-feira (31/3), em cumprimento a um mandado de prisão preventiva. 

A investigação do caso começou após a criança, de 7 anos, passar por atendimento em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) com forte coceira na região genital. Segundo informações da Polícia Civil, além da DST, ela também tinha sinais de ter sido vítima de abusos sexuais. 

Após exames, a família foi orientada a encaminhar a criança à DCAV. Após laudo pericial do Instituto Médico Legal (IML), a menina revelou que sofreu abuso do avô enquanto a mãe e o seu tio estavam em uma festa.

Mais lidas
Últimas notícias