Risco de rompimento em barragem gera nova evacuação em Itatiaiuçu (MG)

Encosta da mineradora ArcellorMittal fez com que 23 famílias evacuassem suas residências localizadas perto de Serra Azul

Reprodução Google Maps/Direitos reservadosReprodução Google Maps/Direitos reservados

atualizado 05/07/2019 21:51

A Defesa Civil de Minas Gerais notificou nessa quinta-feira (04/07/2019) 23 famílias para evacuarem suas residências localizadas nas proximidades da Barragem Serra Azul, localizada em Itatiauçu (MG) e pertencente à mineradora ArcellorMittal. Em fevereiro, cerca de 200 moradores já haviam deixado a região devido aos riscos de rompimento da estrutura.

“Nesta semana, a mineradora ArcelorMittal apresentou à Agência Nacional de Mineração (ANM) um novo mapa de inundação que inclui na área de impacto outras 23 residências”, informou a Defesa Civil.

As famílias deverão ser acomodadas em hotéis ou em casas alugadas. Os custos serão de responsabilidade da mineradora. Uma assembleia na noite de ontem foi realizada para esclarecer dúvidas. “Espera-se que nos próximos cinco dias todas as famílias estejam realocadas em áreas seguras”, acrescentou a Defesa Civil.

Desde a tragédia de Brumadinho (MG) ocorrida em 25 de janeiro, quando o rompimento de uma barragem da Vale deixou mais de 200 mortos, evacuações têm ocorrido em diversas cidades mineiras onde há atividades de mineração. No caso de Itatiaiuçu, os primeiros moradores saíram de suas casas na madrugada de 8 de fevereiro.

“Empregando uma metodologia mais conservadora, a auditoria independente responsável pela declaração de estabilidade revisou o último relatório e adotou para a barragem um fator de segurança mais restritivo”, informou a ArcellorMittal na ocasião. De acordo com a mineradora, a barragem está inativa e não recebe rejeitos desde 2012.

Últimas notícias