Rio: padrasto filmado agredindo enteado de 4 anos se entrega à polícia

Victor Arthur Possobom também é acusado de ter agredido anteriormente a própria mãe e uma antiga companheira

atualizado 16/09/2022 23:26

Victor Arthur Possobom Reprodução / Redes sociais

Victor Arthur Possobom, acusado de agredir e sufocar o enteado de apenas 4 anos, em Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, se entregou à polícia na noite desta sexta-feira (16/9). Ele chegou à 77ª DP em Icaraí e foi levado para a 76ª DP, no centro de Niterói, acompanhado de um advogado e de um coronel da Polícia Militar (PM).

Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) denunciou Possobom durante a tarde. A juíza Juliana Bessa Ferraz Krykhtine, da 1ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), acatou a denúncia e decretou a prisão preventiva.

Na denúncia, a promotoria também enfatiza todos os crimes dos quais Possobom foi acusado anteriormente e expõe relatos de testemunhas que, em algumas ocasiões, presenciaram as agressões ao garoto de 4 anos.

“Insta salientar ainda que, vários outros registros foram realizados desde 2013 contra o ora denunciado, em diversas delegacias distritais e também na Delegacia de Atendimento à Mulher de Niterói: lesão corporal; lesão corporal culposa; injúria; e ameaça. Além do último registro feito contra ele, em julho de 2022, pelo crime de violência psicológica contra a mulher”, pontua o MPRJ.

Entenda

O caso, ocorrido em fevereiro, está sob investigação da 77ª DP (Icaraí) e da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Niterói. As imagens vieram à tona nessa quinta-feira (15/9). Com a denúncia do MPRJ, um juiz da 1ª Vara Criminal de Niterói expedirá, ou não, um mandado de prisão do acusado.

Nas imagens, captadas por câmeras de segurança do condomínio, é possível ver o homem ao lado do garoto no sofá do prédio. No outro registro, já dentro do elevador, o agressor checa a máscara do menino e, em seguida, o sufoca.

Mais lidas
Últimas notícias