Quatro pessoas são esfaqueadas no Réveillon de Copacabana

Dois jovens foram atendidos nos postos móveis na praia de Copacabana e transferidos para os hospitais municipais Souza Aguiar e Miguel Couto

atualizado 01/01/2022 10:47

réveillon 2022 copacabanaAdriana Cruz/Metrópoles

Rio de Janeiro – Quatro pessoas foram esfaqueadas durante o Réveillon da Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, entre a noite de 31/12 e a madrugada de 1º de janeiro.

Dois jovens foram atendidos no posto médico móvel instalado próximo à esquina da Rua República do Peru, e depois transferidos para os hospitais municipais Souza Aguiar e Miguel Couto.

De acordo com a Secretaria municipal de Saúde (SMS), ambos receberam os cuidados indicados e tiveram alta ainda na madrugada. Os outros pacientes foram atendidos com traumas leves e cortes, receberam atendimento e foram liberados.

Ao todos, nos três postos médicos montados pela SMS para o Réveillon de Copacabana, foram realizados 99 atendimentos. A maioria dos casos que buscaram por atendimentos era devido a pequenos traumas ou intoxicação etílica.

Arrastão e prisões

Até a manhã deste sábado (1/1), a Polícia Militar prendeu sete pessoas, sendo dois adolescentes. Uma equipe do 19ºBPM (Copacabana) em patrulhamento na Avenida Atlântica, nas imediações da Rua Paula Freitas, apreendeu jovens após furtarem o telefone celular de uma vítima.
O telefone celular foi recuperado e eles foram conduzidos à 14ªDP. Houve outros furtos em série na orla, principalmente na queima de fogos, quando infratores aproveitaram o momento festivo da virada do ano para furtar celulares das vítimas enquanto confraternizavam usando seus telefones para tirar fotos.
A PM confirmou que algumas pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas para o posto médico onde receberam atendimento.
No início da madrugada, três homens foram presos na Avenida Atlântica nas imediações da Rua Rodolfo Dantas, por furtarem o telefone celular de uma vítima. As partes foram conduzidas à 12ªDP para registro da ocorrência.
Além do furto de celulares, cordões e cartões, houve uma confusão nas proximidades da Rua Djalma Ulrich. Policiais militares do BEPE foram mobilizados para conter um tumulto, onde um indivíduo havia agredido uma vítima.
Os agentes levaram o ferido ao Hospital Municipal Miguel Couto, onde recebeu atendimento. Em seguida,conduziram as partes à 14ªDP para registro da ocorrência. O acusado foi autuado por lesão corporal.

Mais lidas
Últimas notícias