Vice da Câmara diz que Bolsonaro tem “descompromisso com a vida”

Em novo ataque à vacinação infantil, presidente minimizou a morte de 311 crianças por Covid-19: "Óbito é quase zero"

atualizado 10/01/2022 13:05

Marcelo Ramos_plenárioCleia Viana/Câmara dos Deputados

O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (sem partido-AM), criticou, nesta segunda-feira (10/1), a declaração do presidente Jair Bolsonaro (PL) de que as mortes de crianças por Covid-19 são “quase zero”. O parlamentar, que perdeu uma filha de 3 meses por causa de uma meningite bacteriana, destacou que “a morte de uma só criança é uma tragédia” e criticou o que avalia como “descompromisso com a vida” demonstrado pelo presidente com suas declarações insistentes minimizando as perdas de crianças pela Covid.

“Já perdi uma filha com 3 meses de vida para uma meningite bacteriana fulminante. A morte de uma só criança é uma tragédia. Só a insensibilidade, a falta de amor ao próximo e o descompromisso com a vida pode levar alguém a minimizar a morte de 311 crianças”, disse Ramos.

Bolsonaro tem atacado repetidamente a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19. Em entrevista à Rádio Sarandí, nesta segunda-feira (10/1), o presidente disse, novamente, que não vacinará sua filha e minimizou as 311 mortes de crianças – dados do Ministério da Saúde – pela doença. “As crianças podem contrair o vírus, sim, mas quase não sentem. Óbito é quase zero”, afirmou.

0

Crítico do presidente, Ramos se desfiliou recentemente do Partido Liberal (PL), após Bolsonaro ingressar na legenda. Ambos já protagonizaram trocas de farpas públicas – uma delas em relação a aprovação do fundão eleitoral.

Mais lidas
Últimas notícias