Senado convoca ministro do Turismo para explicar laranjal do PSL

De acordo com o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), em três ocasiões o ministro não compareceu para prestar esclarecimentos

atualizado 08/10/2019 16:08

Beto Barata/MTur

A Comissão de Transparência do Senado aprovou, nesta terça-feira (08/10/2019), a convocação do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, para prestar esclarecimentos sobre suspeitas de candidaturas laranjas do Partido Social Liberal (PSL) na eleição de 2018.

O pedido de convocação foi feito pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). O parlamentar solicitou o comparecimento do ministro no sentido de dar informações sobre a prisão de um assessor, de um membro do PSL de Minas Gerias – do qual Álvaro é presidente licenciado – e de um ex-assessor, em razão de suspeitas de desvios de recursos públicos por meio de candidaturas laranjas.

De acordo com o congressista, em três ocasiões o ministro não apareceu para prestar esclarecimentos. Agora, é obrigado por lei a ir em  prazo de até 30 dias. O não comparecimento implica crime de responsabilidade.

A data prevista é dia 22 de outubro, mas pode sofrer alteração devido ao calendário de votação da reforma da Previdência.

Marcelo Álvaro Antônio nega as acusações e foi mantido no cargo pelo presidente Jair Bolsonaro.

Últimas notícias