Mourão sobre povos indígenas: “Vivem em terras ricas como mendigos”

Vice-presidente disse que índios querem o direito de explorar as próprias terras

atualizado 07/08/2020 12:51

Romério Cunha/VPR

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) defendeu que os povos indígenas do Brasil tenham direito a explorar as riquezas naturais das próprias terras, como a extração de metais e minerais preciosos, e usá-las para a agricultura e a pecuária. Em videoconferência nesta sexta-feira (7/8), o militar disse que indígenas “vivem em terras ricas como mendigos”.

“Não tem acesso às conquistas materiais da humanidade porque são preservados como se fossem animais em zoológicos. O indígena não quer continuar a viver na oca, nu, caçando de arco e flecha, pescando na beira do rio quando ele sabe que ele pode, naquela terra que ele tem, trabalhá-la dentro dos ditames do nosso código florestal… temos indígenas plantam soja e que são garimpeiros“, afirmou, ao citar operação que constatou garimpo praticado por índios da etnia Munduruku.

Para Mourão, negar o direito do indígena à exploração da própria terra é “tapar o sol com a peneira”. Para o vice, que atualmente preside o Conselho Nacional da Amazônia Legal, os povos originários devem ter acesso ao “progresso material da humanidade”.

0

“Temos que parar de ser ingênuos nessa questão. E o indígena, ele quer ter direito a explorar a sua terra dentro da legislação, com as exceções de praxe. Muitas vezes aparece aquele indígena de grife, que se fantasia de índio para aparecer nos fóruns internacionais, mas na realidade quando ele volta lá para a terra dele ele tem uma 4×4 e vive outra vida, totalmente distinta”, disparou.

Últimas notícias