Moro reage a Bolsonaro: “Valeixo não foi moeda de troca por STF”

Ex-ministro da Justiça rebateu afirmações do presidente Jair Bolsonaro de que ele teria condicionado troca na PF a indicação ao STF

atualizado 24/04/2020 18:47

Moro e Bolsonaro em frente a cartaz "já mudou"Andre Borges/Especial Metrópoles

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro rebateu, nesta sexta-feira (24/04), as afirmações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de que ele teria condicionado a troca do diretor-geral da Polícia Federal (PF), Maurício Valeixo, à uma indicação sua para ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

A permanência do Diretor Geral da PF, Maurício Valeixo, nunca foi utilizada como moeda de troca para minha nomeação para o STF. Aliás, se fosse esse o meu objetivo, teria concordado ontem com a substituição do Diretor Geral da PF”, escreveu o ex-juiz no Twitter.

A declaração se dá minutos depois de o presidente fazer essa acusação em pronunciamento oficial e dizer que, ao ouvir a suposta sugestão de Moro, que chamou de “desmoralizante”, teria respondido que “não era bem por aí”.

Mais lidas
Últimas notícias