Bolsonaro: Moro quis trocar demissão de Valeixo por vaga no STF

O ex-ministro teria dito: "Você pode trocar o Valeixo, sim, mas em novembro, depois que o senhor me indicar para o Supremo"

atualizado 24/04/2020 17:47

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), afirmou nesta sexta-feira (24/04), em pronunciamento, que o ex-ministro da Justiça Sergio Moro disse que aceitaria a demissão de Maurício Valeixo da diretoria-geral da Polícia Federal, desde que fosse indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF). Bolsonaro afirmou que reagiu à proposta: “Não é bem por aí”, teria dito.

Segundo Bolsonaro, Moro colocou a troca na diretoria-geral da PF nos seguintes termos: “Você pode trocar o Valeixo, sim, mas em novembro, depois que o senhor me indicar para o STF”. Segundo o presidente, é “desmoralizante” ouvir algo assim de um ministro.

A briga entre Bolsonaro e Moro teve início após o presidente trocar o comando da PF. Em pronunciamento, o então ministro da Justiça declarou que o chefe do Executivo federal queria interferir na corporação.

De acordo com Moro, Bolsonaro confessou que queria alguém de confiança na PF, para colher informações de investigações em andamento.

Últimas notícias