Manifesto de Baleia no MDB prega combate à corrupção sem “vingança”

Novo presidente do partido publicou manifesto determinando que a garantia de emprego e oportunidades é prioridade da sigla

Rafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 06/10/2019 12:44

Em manifesto publicado neste domingo (06/10/2019), durante a convenção nacional do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), o novo presidente do partido, Baleia Rossi, estabeleceu a geração de empregos e oportunidades como prioridade da sigla durante seu mandato. Segundo ele, “o melhor programa social é o emprego”.

Ao lembrar Ulysses Guimarães, que presidiu os trabalhos da Assembleia Nacional Constituinte, o documento afirma que “todos nós sabemos que só é livre quem sustentar com dignidade a si e a sua família. Olhar para o futuro é cuidar do destino das pessoas hoje”.  O novo presidente apontou que o partido, “consciente da missão” de reabrir postos de trabalho, “não se esquivou de propor as reformas tributária, da Previdência e da legislação trabalhista”.

O novo presidente também apontou que o partido é detentor do maior número de prefeitos e vereadores do país e estabeleceu, na convenção, uma missão: o MDB vai defender a geração de empregos com fundos de desenvolvimento e fomentos disponíveis.

“Com esses recursos e parceiras entre o governo federal e as prefeituras, será possível criar vagas para serviços de zeladoria, varrição e pequenos reparos nos 5.570 municípios brasileiros”, escreveu.

Baleia reconheceu, no documento, que a internet deu voz à população, mas reforçou a importância das liberdades de opinião, de imprensa, de costumes e religiosa. A determinação é um contraponto ao estilo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que defende uma pauta conservadora nos costumes.

O documento também fala em combate à corrupção: “Existem propostas para melhorar o sistema de detecção de desvios de dinheiro público e para criar mecanismos que ajudem a extirpar essa epidemia de nossa sociedade. Elas precisam sair do papel.”

Por fim, o novo presidente do MDB fez um aceno ao direito ao contraditório, à ampla defesa e à presunção de inocência. “Todos têm direitos e devem ter sua dignidade respeitada, tenham colarinho branco ou não. Justiça não é vingança”, diz o documento.

Leia o manifesto na íntegra:

Manifesto da convenção nacional do MDB by Clara Campoli on Scribd

Últimas notícias