Mandetta: teremos uma troca no Ministério da Saúde até sexta

O ministro revelou, em fórum da Saúde, que deve deixar a pasta ainda nesta semana. Ele vem acumulando desentendimentos com o presidente

atualizado 16/04/2020 13:46

Mandetta na janelaRafaela Felicciano/Metrópoles

Envolto em conflitos com o governo federal, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou nesta quinta-feira (16/04) que deve haver troca no comando da pasta ainda nesta quinta (16/04) ou, no mais tardar, até esta sexta-feira (17/04). As declarações foram dadas durante conferência ao vivo realizada pelo Fórum de Inovação Saúde (FIS).

“Temos uma perspectiva de troca aqui no ministério. Deve ser hoje, no mais tardar amanhã, mas, enfim, espero se concretizar”, declarou o ministro.

Segundo Mandetta, apesar da perspectiva de que deixe o cargo, ele e sua equipe tentarão não fazer uma saída brusca.

“Vamos ter todo o cuidado, porque o nosso foco é o vírus. A gente vai ter todo o cuidado para amparar quem quer que seja aqui no ministério”, destacou o titular da Saúde.

O Metrópoles revelou que, na última quarta-feira (15/04), em reunião com parlamentares, ele já preparava a sua sucessão e disse que não quer “deixar cascas de banana” para o próximo ministro.

Mandetta vem acumulando desentendimentos com o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), por causa das medidas adotadas para conter a pandemia de coronavírus.

Em entrevista, o ministro deu a entender que está cansado das cobranças: “Sessenta dias de batalha. Já chega, né?”, desabafou.

Últimas notícias