Maia sugere que bancos se unam em doações ao Ministério da Saúde

O deputado afirmou ainda que os bancos públicos e privados deveriam pensar em uma linha de crédito para atender hospitais menores

atualizado 13/04/2020 15:43

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sugeriu nesta segunda-feira(13/04) que o sistema financeiro se reúna para fazer um “grande fundo de apoio” ao Ministério da Saúde para disponibilizar recursos para as medidas de combate ao novo coronavírus no país.

“Se bancos fizessem um grande fundo de apoio ao Ministério da Saúde, de compra de equipamentos, seria um gesto importante à sociedade”, defendeu Maia durante videoconferência com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

O presidente elogiou a iniciativa do Itaú de fazer uma doação de R$ 1 bilhão para ajudar a custear as medidas de enfrentamento ao Covid-19. O banco anunciou a medida no fim de semana.

“A gente sempre é cobrado que o sistema financeiro sempre está fora e não participa desses momentos de crise, sempre quer resultado positivo. O Itaú tomou uma decisão de fazer doação de R$ 1 bilhão”, comentou.

Para o deputado, os bancos públicos e privados deveriam pensar em uma linha de crédito para atender hospitais menores, que não sejam Santas Casas.

“Seria importante que o sistema financeiro tivesse uma linha para esses grupos que vivem os mesmos problemas que os demais por causa do coronavírus”, concluiu.

Últimas notícias