Maia elogia “nova postura” de Bolsonaro, mas critica “radicalismo” de falas

Com o ambiente menos tensionado entre os Poderes, o presidente da Câmara disse que silêncio do chefe do Executivo o beneficia politicamente

atualizado 29/07/2020 11:50

rodrigo maia câmara dos deputadosMaryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), elogiou nesta quarta-feira (29/7) a “nova postura” do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), de evitar ataques aos outros Poderes. No entanto, afirmou que, quando o chefe do Executivo encontra os apoiadores, “vai para o radicalismo”.

“Com o presidente, no reservado, as conversas são positivas. Mas quando vai pro cercadinho [do Palácio do Alvorada, onde tem contato com apoiadores] que a coisa enrola, vai para o radicalismo”, disse Maia em entrevista ao Programa do Datena.

Para o deputado, o “silêncio de ouro” do presidente pode beneficiá-lo politicamente, principalmente em relação às eleições presidenciais de 2022.

“Se ele mantiver… eu sei que às vezes é difícil, muitas vezes eu discordo, claro, mas a gente entende a preocupação, o ‘ser um pouco mais incisivo'”, justificou. “Um ambiente com mais dialogo é muito positivo e é óbvio que quem comanda o Brasil sai beneficiado do ponto de vista político”, completou.

0

Últimas notícias