Macron “potencializa ódio ao Brasil por mera vaidade”, diz Bolsonaro

O presidente da República voltou a usar o Twitter para rebater as críticas que tem sofrido em relação às queimadas na Amazônia

atualizado 23/08/2019 18:10

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), usou o Twitter para (novamente) rebater nesta sexta-feira (23/08/2019) as críticas feitas pelo mandatário francês, Emmanuel Macron, à conduta do chefe do Planalto em relação ao desmatamento da Amazônia.

Bolsonaro disse lamentar as declarações de Macron. “Lamento a posição de um chefe de Estado, como o da França, se dirigir ao PR brasileiro como ‘mentiroso'”, escreveu.

O francês afirmou mais cedo nesta sexta (23/08/2019) que o presidente brasileiro “mentiu” sobre o compromisso com o meio ambiente. Macron anunciou ainda que, diante do contexto do país, ele se opõe ao acordo de livre comércio entre União Europeia e Mercosul.

“Dada a atitude do Brasil nas últimas semanas, o presidente da República só pode constatar que o presidente Bolsonaro mentiu para ele na cúpula [do G20] de Osaka”, declarou o francês.

“Não somos nós que divulgamos fotos do século passado para potencializar o ódio contra o Brasil por mera vaidade. Nosso país, verde e amarelo, mora no coração de todo o mundo”, acrescentou Bolsonaro.

O presidente brasileiro, porém, disse ser “chefe de uma das maiores democracias do mundo” e, por isso, “deseja ao povo francês paz e felicidades”.

Últimas notícias