Lula prepara viagem à Europa e à Argentina para tratar de meio ambiente

Na Alemanha, Lula espera se encontrar com Olaf Scholz, líder do SPD, que venceu as eleições parlamentares no país

atualizado 04/10/2021 16:38

ex-presidente LulaReprodução/redes sociais

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) prepara uma viagem internacional para discutir com líderes mundiais questões sobre o Brasil. O principal tema a ser conversado em países da Europa é a questão ambiental. Os encontros servirão para abrir diálogo, diante da péssima imagem do país, no plano internacional.

Ainda não foi informada a data dessa viagem, mas Lula informou a integrantes da bancada petista no Congresso que vai a Berlim, Bruxelas e Paris.

Na capital alemã, o ex-presidente brasileiro espera se encontrar com o candidato social-democrata, Olaf Scholz, líder do Partido Social-Democrata (SPD), que venceu as eleições parlamentares no país na semana passada, com 25,7% dos votos. Scholz e Armin Laschet, da União Democrata Cristã (sigla que obteve 24,1% dos votos) lutam para ver quem vai substituir a chanceler Angela Merkel no poder.

Logo após o anúncio da vitória, na semana passada, integrantes do PT buscaram interlocução com Christoph Heuser, da Fundação Friedrich Ebert Brasil, vinculada ao partido.

Lula disse ainda que, assim que voltar da Europa, pretende visitar a Argentina.

Cumprindo uma série de encontros em Brasília, Lula se reuniu na manhã desta segunda-feira (4/10) com todos os parlamentares do PT na Câmara e no Senado. A reunião foi fechada. Durante o encontro, Lula cobrou dos deputados e senadores que a bancada se preocupe com temas do “Brasil real”, e citou a reforma administrativa, a questão da fome, o alto preço dos combustíveis e do gás de cozinha.

0
Agenda em Brasília

Assim que desembarcou na capital federal, no domingo (3/10), Lula jantou com governadores do PT, que comandam estados do Nordeste, e esteve também o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB).

Na manhã desta segunda, se reuniu com a bancada do PT no Congresso, e na parte da tarde, se reunirá com embaixadores de países europeus.

Na quarta-feira (6/10), Lula deve jantar na casa do ex-senador Eunício Oliveira (MDB-CE). O encontro terá presença de outros caciques emedebistas, entre eles, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, o ex-presidente José Sarney e o senador Renan Calheiros (AL), relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid.

Na agenda na capital federal, que deve seguir pelo menos até a quinta-feira (7/10), está prevista uma reunião do petista com o presidente nacional do PSD, o ex-ministro Gilberto Kassab. Kassab tem defendido a candidatura do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), ao Palácio do Planalto. Ele tenta atrair Pacheco para o PSD.

Lula também visitará uma associação de catadores de material reciclável, na comunidade da Estrutural. Trata-se de uma das regiões mais carentes do Distrito Federal. A visita aos catadores está marcada para a parte da manhã de quinta-feira (7/10).

Últimas notícias