Lula diz que Ciro escolheu o voto de quem odeia o PT: “Que vá com Deus”

O ex-presidente ainda citou a ex-ministra Marina Silva e afirmou que ela "escolheu outro caminho"

Ex-presidente Lula concede entrevista virtualReprodução

atualizado 21/05/2020 20:45

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva respondeu, por meio de sua conta nas redes sociais às iniciativas do ex-candidato Ciro Gomes (PDT-CE) e de Marina Silva (Rede-AC) de formar uma frente de esquerda, mas sem a presença do PT. A Marina, Lula disse: “Que Deus a abençoe”. A Ciro Gomes, Lula fez questão de ressaltar o que chamou de escolha do cearense de buscar o voto de quem odeia o PT. “Que vá com Deus”, arrematou.

O petista até se colocou à disposição para um projeto com o objetivo de “reconquistar a democracia” e tirar Bolsonaro do poder, mas descartou alianças. “Na eleição, cada um vai tocar seu projeto”, disse Lula, em postagem no Twitter.

Essa é a primeira vez que Lula aponta um caminho político diferente de Ciro e admite também publicamente que o PT é excluído de uma chapa de centro-esquerda articulada por Marina Silva e Ciro, que também conta com a participação do PSB e de parte do PCdoB. Embora seja alvo de Ciro semanalmente, o petista tem feito vistas grossas aos ataques, na intenção de não queimar pontes com o PDT.

Ciro, por sua vez, não deixa passar uma oportunidade de rechaçar qualquer tipo de proximidade com o PT. Em abril, disse que tinha perdido o respeito por Lula e o chamou de “líder de falcatruas”. Há uma semana, comparou o “lulopetismo” com o “bolsonarismo”, em uma postagem na qual falava das críticas ao blogueiro Felipe Neto.

Marina tem dito que não há como se aliar ao PT, um partido que, em sua opinião, não fez ainda uma autocrítica e não pediu desculpas pelos erros que cometeu.

0
Últimas notícias