Lira anuncia ato de adesão do DEM ao seu bloco, mas evento não acontece

Presidente nacional do partido pressionou para desmobilizar ato. Sigla não ingressará em nenhum dos blocos e manterá a neutralidade

atualizado 01/02/2021 11:20

Arthur Lira, presidente da CâmaraFábio Vieira/Metrópoles

Após o DEM optar pela neutralidade na eleição da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, o deputado Arthur Lira (PP-AL) anunciou ato às 9h30 desta segunda-feira (1°/2) para marcar a adesão do partido no seu bloco. O evento, todavia, não foi realizado. A eleição para presidência da Casa ocorre às 19h desta segunda-feira.

Parlamentares do DEM começaram uma coleta de assinaturas e afirmaram ter 22 votos para Lira. O grupo do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) teria apenas nove assinaturas. Contudo, segundo deputados do partido, em reserva, o presidente nacional do DEM, ACM Neto pressionou para desmobilizar o ato a fim de evitar açodamento.

Dessa forma, o partido não ingressará em nenhum dos blocos e manterá a neutralidade.

Na noite deste domingo (31/1), a Executiva nacional do DEM decidiu não entrar em nenhum dos blocos e liberou a bancada. Maia, principal fiador da candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP), demonstrou insatisfação e paira na bancada o clima de que ele deve deixar do partido.

Apesar do anúncio ter partido de Lira, a reportagem contatou da assessoria da liderança do DEM, local onde seria realizado o evento, que informou não estar sabendo do ato.

Últimas notícias