Internado desde segunda-feira, Bolsonaro tem alta hospitalar

“Tudo posso naquele que me fortalece”, declarou Bolsonaro no Twitter, com uma foto ao lado dos médicos que o atenderam

atualizado 05/01/2022 13:08

Reprodução/Twitter

Internado desde a madrugada de segunda-feira (3/1), o presidente Jair Bolsonaro (PL) deixou o hospital Vila Nova Star, em São Paulo, por volta das 10h20 desta quarta-feira (5/1).

Mais cedo, ele anunciou, por meio de uma postagem no Twitter, que havia sido liberado por sua equipe médica a voltar para casa. E, antes de deixar o hospital, Bolsonaro concedeu uma entrevista coletiva na unidade hospitalar ao lado dos médicos que o atenderam.

Médicos descartam cirurgia em Bolsonaro

O cirurgião Antônio Macedo, médico responsável pelo atendimento ao presidente, comentou a evolução de seu estado de saúde, antes do início da entrevista.

“O presidente tem uma saúde muito boa. Ele se recuperou rapidamente. Quando cheguei aqui (na manhã de terça, 4/1), o intestino estava começando a funcionar. No dia seguinte, já estava funcionando normalmente”, elogiou o médico.

Na terça-feira (4/1), o hospital informou que o presidente já havia retirado a sonda nasogástrica após ter evoluído com boa aceitação da dieta líquida ofertada durante o dia.

Por meio de nota, a instituição divulgou ainda que o quadro de suboclusão intestinal do presidente se desfez, e reiterou que não havia necessidade de submeter Bolsonaro à cirurgia.

Bolsonaro foi assistido pela equipe composta pelo cirurgião Antônio Macedo, que o operou após a facada que o político levou durante campanha eleitoral de 2018 em Juiz de Fora (MG). Macedo chegou ao hospital na manhã de terça. Ele veio em um voo fretado das Bahamas, onde passava suas férias.

A alta era esperada por ministros e auxiliares do presidente para esta quarta, conforme adiantou a coluna de Igor Gadelha, do Metrópoles.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Internação após Réveillon em SC

Na madrugada de segunda-feira (3/1), o presidente interrompeu suas férias no litoral catarinense e deu entrada no hospital na capital paulista, em que já ficou internado em outras ocasiões.

Bolsonaro ficou em um andar isolado para ele no Vila Nova Star, hospital privado no bairro da Vila Nova Conceição.

Ele interrompeu suas férias no Forte Marechal Luz, em São Francisco do Sul (SC), após sentir desconforto abdominal, e pegou um voo fretado com destino a Congonhas, onde desembarcou por volta da 1h30.

Em postagem nas redes sociais na manhã de segunda, o presidente divulgou uma foto com a sonda nasogástrica e informou que começou a passar mal após o almoço de domingo (2/1).

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
0

O presidente já passou por seis cirurgias após ser esfaqueado na campanha eleitoral. Em julho do ano passado, foi internado no mesmo hospital e também recebeu o diagnóstico de obstrução intestinal. A realização de cirurgia chegou a ser cogitada, mas, por fim, houve apenas a prescrição de dieta.

Mais lidas
Últimas notícias