General Heleno compara Ciro a Adélio: “Inimputável. Débil mental”

O general rebateu às críticas que sofreu do pedetista, afirmando que ele é um "canastrão" e um "lixo humano"

atualizado 26/05/2020 13:00

Igo Estrela/Metrópoles

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, usou as redes sociais nesta terça-feira (26/05) para rebater o ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), que teceu críticas ao militar durante entrevista. “Considero um lixo humano”, escreveu no Twitter acerca do ex-candidato a presidente.

À CNN, Ciro afirmou que tem mais medo de Heleno “com as mãos sujas de cocô, do que se tentar fazer um golpe no Brasil”. “Haverá resistência. E o senhor vai ter que matar um brasileiro patriota para rasgar nossa Constituição”, declarou.

Em resposta, o general classificou o pedetista como um “canastrão”. Ele ainda comparou Ciro com Adélio Bispo, autor do atentado à faca contra o então candidato à Presidência, Jair Bolsonaro, considerado “inimputável”, ou seja, incapaz de responder por suas ações.

“Não vou responder, porque o considero um lixo humano, nem vou processá-lo, por ser um caso igual ao Adélio, inimputável por ser débil mental”, escreveu Heleno.

0

 

Últimas notícias