Flordelis é notificada sobre processo de investigação na Câmara

Deputada federal era esperada para assinar notificação que vai apurar possível quebra de decoro parlamentar

atualizado 09/09/2020 14:04

Binho Dutra/Divulgação

Após duas tentativas frustradas de notificar a deputada Flordelis (PSD-RJ), o corregedor da Câmara, Paulo Bengtson (PTB-AP), entregou nesta quarta-feira (9/9) a notificação do processo de investigação contra ela por quebra de decoro.

O parlamentar foi ao apartamento funcional de Flordelis, em Brasília, após a defesa da deputada informou que ela iria à Corregedoria da Casa nesta quarta e não comparecer.

Caso ele não conseguisse encontrá-la, a notificação seria publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (10/9) e o processo por quebra de decoro começaria a correr.

0

 

A representação contra Flordelis foi apresentada pelo deputado Léo Motta (PSL-MG). A parlamentar é acusada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro por ser a mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019, em Niterói.

Agora, Flordelis tem cinco dias úteis para apresentar a defesa por escrito. A partir  daí, a Corregedoria terá até 45 dias para analisar o processo e recomendar ou não a abertura de processo no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar.

O corregedor da Casa disse nessa terça-feira (8/9) ao Metrópoles que o direito de defesa da deputada será respeitado, mas que o processo será “célere para dar resposta à sociedade”.

 

Últimas notícias