Flávio Bolsonaro compra mansão de R$ 5,97 milhões em Brasília

Imóvel fica localizado em área nobre da capital, no Setor de Mansões Dom Bosco. Senador financiou a compra em 360 meses

atualizado 01/03/2021 22:27

Flávio bolsonaro durante posse do novo ministro do turismo, Gilson Machado durante evento no planalto 1Rafaela Felicciano/Metrópoles

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) comprou uma casa avaliada em quase R$ 6 milhões no Setor de Mansões Dom Bosco, no Lago Sul, bairro nobre de Brasília. A informação é do site O Antagonista.

Nos últimos meses, Flávio e a mulher, Fernanda Antunes Figueira, visitaram outras casas de luxo, algumas às margens do Lago Paranoá e anunciadas por até R$ 10 milhões. Mas a compra acabou sendo fechada com o proprietário do imóvel de R$ 5,97 milhões.

O negócio imobiliário do filho do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), foi lavrado com escritura de compra em um serviço notarial de Brazlândia, cidade a cerca de 45 km do Plano Piloto.

A mansão que será o novo lar de Flávio Bolsonaro tem 1,1 mil m² de área construída, num terreno de 2,5 mil m². A imobiliária, que tinha exclusividade na venda, gravou até um vídeo feito com drone e informou no site os detalhes da propriedade.

Dois pavimentos, com “preparação para elevador”, piso em “mármore carrara” nos banheiros e “crema marfil” nas salas e suítes, além de “esquadrias em alumínio anodizado com persianas automatizadas”.

Flávio Bolsonaro e a esposa decidiram fazer uma reforma antes da mudança.

Veja imagens do imóvel:

Em 360 meses

Parte do total pago na mansão foi financiado no Banco de Brasília (BRB). Na matrícula, obtida pelo O Antagonista, consta o parcelamento de R$ 3,1 milhões via BRB, em 360 meses. A mansão pertencia à RVA Construções e Incorporações, do advogado e empresário Juscelino Sarkis.

Veja trecho do documento com o registro da compra:

Rachadinha

Na campanha de 2018, Flávio declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) patrimônio de R$ 1,7 milhão. Como senador, passou a ganhar R$ 25 mil líquidos por mês e a usar apartamento funcional cedido pelo Senado. Sua esposa, Fernanda, é dentista e abriu consultório em Brasília depois que o marido foi eleito.

Na semana passada, o parlamentar conseguiu anular no Superior Tribunal de Justiça (STJ) as quebras de sigilo bancário e fiscal relacionadas ao inquérito das “rachadinhas”, que apura suposto esquema ilícito no gabinete dele, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), quando era deputado.

O Metrópoles procurou os advogados de Flávio Bolsonaro, mas não obteve retorno até o momento. O espaço permanece aberto.

0

Últimas notícias