Ernesto Araújo viaja à Europa na tentativa de atrair investimentos

Com agendas na Hungria, Polônia, Itália e Vaticano, o chanceler e o presidente vão vai tentar resgatar a política de "Brasil is back"

atualizado 03/05/2019 16:44

Marcos Corrêa/PR

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, viaja à Europa neste domingo (05/05/19) para, segundo fontes do Itamaraty, promover o comércio brasileiro e atrair investimentos. Durante a viagem, ele vai visitar a Hungria, Polônia, Itália e o Vaticano.

De acordo com as fontes, a tour de Ernesto pela Europa pode valer como um preparativo para a viagem do presidente Jair Bolsonaro (PSL) a esses países. Com essas agendas, o o chanceler e o presidente vão tentar resgatar a política de “Brasil is back” e atrair novos olhares de comércio para os produtos nacionais

Além de restabelecer laços com outros países, o governo planeja receber investimentos diretos com a aprovação da reforma da Previdência e, dessa forma, possibilitar inovações nos setores de defesa e infraestrutura.

Segundo a fonte ouvida pelo Metrópoles, a Hungria e a Polônia estão empenhados em cumprir uma das cláusulas exigidas pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) a cada estado-membro para destinar, até 2024, pelo menos 2% do PIB ao seu orçamento de defesa. É por meio dessa meta que o Brasil tentará acordar sobre produtos a serem exportados.

A Embraer também se interessa no relacionamento com os países, com a expectativa de deixar naves de modelo KC-390 na Hungria e Polônia. Atualmente, mais de 60% da frota da Polish Airlines, da Polônia, são de aviões importados da Embraer.

Número 2 do Vaticano
Já na Itália, o governo pretende uma cooperação com indústrias de defesa, já que os italianos têm mantido um bom relacionamento com o Brasil durante anos. No Vaticano, a conversa terá fins político-diplomáticos, em aproveitamento da ida do chanceler Araújo à Itália para estabelecer contato com o “número 2” do Vaticano.

Ernesto Araújo tem previsão de chegada em Roma às 12h deste domingo (05/05/19). Ele permanecerá na cidade até a quarta-feira (08/05/19) e, à noite, viajará para Budapeste. Ao fim da tarde de quinta-feira (09/05/19), ele irá a Varsóvia, e ficará na cidade até retornar ao Brasil, na sexta-feira (10/05/19).

Últimas notícias