Eduardo Bolsonaro provoca Alcolumbre após diagnóstico de Covid-19

Filho de Bolsonaro lembrou que Alcolumbre criticou o presidente por contato com populares apesar do risco

atualizado 19/03/2020 13:43

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), usou o Twitter para alimentar a disputa entre o grupo político de seu pai e outras autoridades da República. O parlamentar usou a notícia do diagnóstico do presidente do Senado, Davi Acolumbre (DEM-AP), de infecção pelo novo coronavírus, divulgada nesta quarta (18/03), para cobrá-lo. Veja a postagem:

“Vale registrar que na noite de 15/MAR o Pres. Senado, Davi Alcolumbre, cobrou do Pres. Bolsonaro responsabilidade por ele ter tido contato com algumas pessoas na porta do Palácio do Planalto… Será que ele fará uma autocrítica agora? pic.twitter.com/8mD6yTtpkw“, disse. Veja:

A postagem está recebendo respostas de apoio, mas também muitas críticas, o que levou Eduardo a fazer nova publicação mais tarde, com uma espécie de mea culpa.

“Deixar bem claro que torço pela melhora da saúde do senador [Alcolumbre] e que todos nós estamos sujeitos ao corona, o contágio é o forte do vírus”, escreveu o parlamentar.

Alcolumbre, segundo sua assessoria, “está bem, sem sintomas severos, salvo alguma indisposição, e segue em isolamento domiciliar, conforme determina o protocolo de conduta do Ministério da Saúde e a OMS”.

O democrata é o segundo senador a testar positivo para a doença. Na semana passada, após integrar a comitiva que viajou com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) aos Estados Unidos, Nelsinho Trad (PSD-MS) também confirmou que estava contaminado.

Últimas notícias