Damares afirma que vai acompanhar o caso do idoso estuprado em hospital

O homem estava internado com Covid-19 no momento do crime. O caso aconteceu no Hospital Municipal de Vila Costeira, em Natal (RN)

atualizado 08/01/2021 22:11

Ministra Damares Alves processa Ciro Gomes por calúnia e difamaçãoRafaela Felicciano/Metrópoles

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), Damares Alves, afirmou que vai acompanhar o caso de um idoso, de 91 anos, que foi estuprado no hospital de campanha de Natal (RN). A declaração da ministra foi feita, nas redes sociais, durante essa quinta-feira (7/1).

Na publicação, a ministra afirma: “Já fiz contato com nossa equipe em Natal e vamos cuidar deste idoso e acompanhar o processo criminal”.

No post, Damares ainda ressalta a importância da Operação Vetus, que tem como objetivo combater crimes contra idosos em todo o país.

Entenda

A Polícia Civil investiga o caso de um idoso, de 91 anos, que estava internado com Covid-19 e foi estuprado por outro paciente no Hospital Municipal de Vila Costeira, em Natal. O caso foi confirmado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Rio Grande do Norte (Sindsaúde-RN).

O suspeito é um homem de 37 anos, que também está internado no hospital após contrair o coronavírus. O episódio ocorreu durante a noite de quarta-feira (6/1).

De acordo com o Sindsaúde-RN, o agressor, a vítima e testemunhas foram encaminhados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil com apoio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O suspeito recebeu voz de prisão, na quinta-feira (7/1), e foi encaminhado para a ala de Covid-19 do Hospital Walfredo Gurgel, na zona leste da capital, de acordo com agentes da Central de Flagrantes.

0

Mais lidas
Últimas notícias