CPI convoca para esta quinta empresário acusado de financiar fake news

Otávio Oscar Fakhoury é apontado como "maior financiador" dos canais de disseminação de notícias falsas sobre a pandemia

atualizado 28/09/2021 11:09

A CPI da Covid-19 aprovou, nesta terça-feira (28/9), a convocação do empresário Otávio Oscar Fakhoury, acusado de financiar disseminação de fake news sobre a pandemia do novo coronavírus. A oitiva ocorrerá já nesta quinta-feira (30/9).

A convocação é de autoria do vice-presidente do colegiado, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). O parlamentar defende que documentos obtidos pela comissão apontam que Fakhoury “foi identificado como o maior financiador dos canais de disseminação de notícias falsas”.

Segundo o requerimento de convocação, o empresário teria financiado canais como o Instituto Força Brasil, Terça Livre e Brasil Paralelo. “Esses canais estimularam o uso de tratamento precoce sem eficácia comprovada, aglomeração e diversas outras fake news sobre a pandemia”, justifica Randolfe no pedido.

Os senadores também querem saber a relação do Instituto Força Brasil com o governo federal, uma vez que a entidade teria facilitado o acesso da Davati Medical Suplly a Élcio Franco, então secretário-executivo do Ministério da Saúde.

Convocação do empresário Otávio Oscar Fakhoury by Metropoles on Scribd

A empresa ofertou 400 milhões de doses da AstraZeneca e denunciou suposta cobrança de propina por servidores da pasta durante as tratativas pela venda dos imunizantes contra a Covid-19.

Mais lidas
Últimas notícias