Coronavírus: Guedes anuncia vale de R$ 200 por mês a informais

Para medidas anunciadas valerem, Congresso Nacional precisa aprovar estado de calamidade. Governo encaminhou pedido nesta quarta (18/03)

Presidente Jair Bolsonaro e ministros dão entrevista sobre coronavírusRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 18/03/2020 16:50

O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou nesta quarta-feira (18/03) que o governo pretende destinar um auxílio mensal de R$ 200 para autônomos, em tentativa de diminuir o impacto do novo coronavírus na economia.

Segundo Guedes, o valor total a ser destinado será de R$ 15 bilhões. “É uma turma valente que está sobrevivendo sem ajuda do Estado sempre e, de repente, está sendo atingido agora”, afirmou o ministro.

O vale corresponde a duas cestas básicas, assinalou Guedes. O auxílio, porém, atingiria apenas quem não recebe benefícios sociais do governo, como o Bolsa Família.

No entanto, o ministro observou que, para as medidas valerem, o Congresso Nacional precisa aprovar o pedido do governo federal para reconhecer estado de calamidade pública.

De acordo com Guedes, a aprovação do decreto é necessária porque a calamidade permite o aumento de gastos públicos em momento de crise. Tendo autorização para gastar mais, o governo não descumpre a meta fiscal definida em lei.

Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que o Brasil tem atualmente 40,8 milhões de trabalhadores informais, o equivalente a 43,3% das pessoas que possuem alguma ocupação.

Últimas notícias