Calamidade pública: comissão será instalada na próxima semana

Grupo parlamentar irá fiscalizar ações do governo federal quanto ao novo coronavírus após decreto que flexibiliza meta fiscal

atualizado 20/03/2020 16:02

A comissão mista do Congresso Nacional que vai acompanhar as ações do governo federal durante a vigência do estado de calamidade pública no país deve ser instalada já na semana que vem. O grupo de trabalho está previsto em decreto, aprovado nesta sexta-feira (20/03), que flexibiliza a meta fiscal para que possam ser aplicados recursos no combate ao novo coronavírus.

Composta por seis senadores e seis deputados federais, a comissão mista deve ter sua primeira reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e técnicos da pasta que ele comanda, em um mês.

Segundo o presidente em exercício do Senado, o vice-presidente da Casa, Antonio Anastasia (PSD-MG), o próximo passo é a indicação dos membros e “tão logo o governo federal adote as primeiras medidas”, começarão os trabalhos de fato.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), está em isolamento domiciliar devido ao coronavírus.

Sem metas fiscais

O texto dispensa o governo de cumprir metas fiscais para conter os casos da Covid-19, doença causada pelo coronavírus.

Na prática, o decreto flexibiliza regras orçamentárias e libera recursos para aplicação na saúde, economia e assistência social.

Ele desobriga o governo a cumprir a meta fiscal fixada na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020, bem como as limitações de empenho da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Últimas notícias