Bolsonaro republica exoneração de Valeixo sem assinatura de Moro

Na mesma publicação do Diário Oficial da União, presidente exonerou, a pedido, ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro

atualizado 24/04/2020 19:52

Bolsoanro no placio do planaltoMichael Melo/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) republicou o decreto que exonera o ex-diretor-geral da Polícia Federal Maurício Valeixo, desta vez sem a assinatura de Sergio Moro – que, mais cedo, negou ter conhecimento do assunto. A publicação foi feita em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) no início da noite desta sexta-feira (24/03).

Na mesma publicação, o presidente exonerou, a pedido, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro.

Na madrugada desta sexta, Bolsonaro havia publicado a exoneração de Valeixo no Diário Oficial com assinatura de Moro.

Durante pronunciamento na manhã desta sexta para anunciar sua saída do governo, o agora ex-ministro Moro disse que não assinou a exoneração de Valeixo.

“Sobre a exoneração de Valeixo, fiquei sabendo pelo Diário Oficial. Não assinei esse decreto”, disse. “Fui surpreendido, e achei que isso foi ofensivo”, disse Moro.

A republicação da exoneração foi publicada há pouco e não traz a assinatura de Moro, mas de Bolsonaro e dos ministros Braga Netto (Casa Civil) e Jorge Oliveira (Secretaria-Geral).

Últimas notícias