Bolsonaro está acuado pela CPI e mostra desespero, diz Renan Filho

“Respeito às instituições e à democracia não está entre suas características”, disse o governador de AL durante visita do presidente

atualizado 13/05/2021 14:37

Renan Filho_governador de AlagoasJosé Cruz/Agência Brasil

O governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), filho do senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, afirmou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está acuado pela investigação da CPI e despencando em popularidade.

Segundo o governador, o mandatário demonstra despreparo em sua visita ao estado, nesta quinta-feira (13/5). Renan Filho não acompanhou os compromissos públicos de Bolsonaro no estado.

Acuado pela investigação na CPI e despencando em popularidade, @jairmessiasbolsonaro mostra desespero em visita à…

Publicado por Renan Filho em Quinta-feira, 13 de maio de 2021

Pela manhã, ao lado do prefeito de Maceió, João Henrique Caldas, o JHC (PSB), e do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), o presidente participou da entrega de 500 unidades habitacionais do Residencial Oiticica I e inaugurou um complexo viário. O viaduto, porém, está aberto ao público desde dezembro de 2020.

À tarde, Bolsonaro vai a São José da Tapera, no sertão alagoano, inaugurar à tarde o trecho 4 do Canal do Sertão, uma pequena transposição do rio São Francisco pelo sertão). O trecho entrou em operação em abril, segundo o governo do estado.

A visita de Bolsonaro ao Nordeste ocorre um dia após divulgação da pesquisa Datafolha, que apontou aumento na reprovação do presidente na região.

Críticas aos Calheiros

Em discurso na primeira cerimônia, Bolsonaro atacou Renan Calheiros (MDB-AL) pela relatoria da CPI. Na quarta-feira (12/5), o colegiado inquiriu o ex-secretário de Comunicação Social da Presidência Fabio Wajngarten.

“Se Jesus teve um traidor, temos um vagabundo inquirindo pessoas de bem. É um crime o que vem acontecendo com essa CPI”, disparou o mandatário do país.

Enquanto o público presente gritava “Renan vagabundo”, Bolsonaro disse:

“O recado que eu tenho para esse indivíduo: se quer fazer um show tentando me derrubar, não fará. Somente Deus me tira daquela cadeira. Temos um compromisso com vocês e devemos lealdade a vocês. Queremos trabalhar O povo quer liberdade, quer ser feliz. E no que depender desse governo, assim o será.”

Últimas notícias