Bolsonaro deseja “força e fé” a Ronaldo Caiado após morte do filho

As condolências foram prestadas por meio de nota do governo, em nome do presidente da República. Caiado Filho tinha 40 anos

atualizado 04/07/2022 10:33

Isac Nóbrega/PR

O governo federal lamentou, em nome do presidente Jair Bolsonaro (PL), a morte de Ronaldo Ramos Caiado Filho, filho do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (União), que morreu neste domingo (3/7).

“O Presidente da República roga a Deus que receba Caiado Filho em seus braços e console o governador e toda a sua família, dando-lhes força e fé para superar esse difícil momento de suas vidas!”, diz trecho de nota divulgada pelo Palácio do Planalto (leia a íntegra mais abaixo).

Caiado Filho tinha 40 anos. A causa da morte não foi divulgada. Ele era o único filho homem do governador, fruto do casamento anterior de Caiado, com a ex-esposa Thelma Gomes.

O governador e a primeira-dama, Gracinha Caiado, participavam da missa de encerramento da tradicional Festa do Divino Pai Eterno, em Trindade (GO), quando receberam a notícia. Eles deixaram o local às pressas.

Ainda não foram divulgadas informações sobre velório e sepultamento de Caiado Filho. A notícia surgiu no mesmo dia em que a família comemoraria o aniversário de uma das filhas do governador com a primeira-dama Gracinha, Maria Caiado.

Em nota, o governo goiano confirmou a morte do filho de Caiado:

“É com profundo pesar que comunicamos o falecimento de Ronaldo Ramos Caiado Filho, filho do governador Ronaldo Caiado e de Thelma Gomes. Ele morreu neste domingo (03/07), aos 40 anos. A família enlutada pede a todos orações para enfrentar este momento de imensa dor.”

Leia a íntegra da nota divulgada pelo governo federal:

“Nota de pesar

O Governo Federal, por meio da Presidência da República, presta suas condolências ao Governador de Goiás e a toda a sua família pelo falecimento de seu ente querido, Ronaldo Caiado Filho.

O Presidente da República roga a Deus que receba Caiado Filho em Seus braços e console o Governador e toda a sua família, dando-lhes força e fé para superar esse difícil momento de suas vidas!

Secretaria Especial de Comunicação Social”

Repercussão no meio político

Entidades e autoridades lamentaram a morte do filho do governador Ronaldo Caiado. A assessoria de comunicação da “Festa do Divino Pai Eterno”, em Trindade (GO), publicou uma nota de pesar sobre o ocorrido.

O governador Caiado e a esposa, Gracinha, estavam em uma missa na festividade quando receberam a informação do falecimento.

Veja a íntegra da nota:

”É com imensa dor e consternação que, enquanto o governador Ronaldo Caiado e a primeira-dama, Gracinha Caiado, se juntaram aos romeiros para as celebrações de encerramento da Romaria, que recebemos a triste notícia do falecimento de seu filho.

Com grande pesar rogamos ao Pai Eterno para que os familiares e amigos recebam todo o consolo necessário neste momento tão doloroso.”

Hamilton Mourão

O vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos) também utilizou as redes sociais para desejar pêsames ao governador. “Palavras são restritas para expressar a perda de um filho”, lamentou o general.

João Doria

Ex-governador de São Paulo, João Doria (PSDB) lamentou a morte de Caiado Filho. “Não há morte mais devastadora”.

Damares Alves

Damares Alves, ex-ministra do governo Bolsonaro, disse que “a perda de um filho é algo que nenhum pai ou mãe deveria experimentar”.

Tarcísio de Freitas

Pré-candidato ao governo de São Paulo, Tarcísio de Freitas lamentou o falecimento de Caiado Filho.

Onyx Lorenzoni

Onyx Lorenzoni, pré-candidato ao governo do Rio Grande do Sul, também prestou solidariedade à família do governador Caiado.

https://twitter.com/onyxlorenzoni/status/1543621744384249862

Mais lidas
Últimas notícias