Bolsonaro defende fabricação de celulares com rádio FM embutida

Segundo o mandatário, a medida está aguardando regulamentação da Agência Nacional de Telecomunicações

atualizado 30/07/2021 9:35

Faria e BolsonaroIgo Estrela/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, na manhã desta sexta-feira (30/7), em entrevista à rádio Rock de São Paulo (89 FM) , que o projeto que prevê a fabricação de celulares com rádio FM embutido está em curso. A medida foi anunciada pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria, em janeiro deste ano.

“Aguardamos apenas uma regulamentação da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Acho que, nos próximos dias, isso estará sendo resolvido. Aproximadamente 80% dos aparelhos celulares fabricados no Brasil terão essa opção, através do aplicativo, a pessoa vai ouvir a rádio que ele quiser, FM, de qualquer lugar do Brasil, e sem gastar os dados [internet]”, explicou o chefe do Executivo.

“O rádio, na verdade, é a melhor fonte de informações. Entra em qualquer lugar do Brasil. Então, é um grande avanço por parte do ministro Fábio Faria, esse ‘rádio para todos’, custo zero pra todo mundo”, continuou Bolsonaro.

O projeto foi apresentado pelo chefe da pasta das Comunicações no dia 20 de janeiro deste ano, durante o debate “Segurança Jurídica na Retomada do Desenvolvimento Econômico” realizado em Natal.

“Estamos fazendo o rádio no celular. Para cada telefone fabricado no Brasil, vem o rádio de graça sem precisar instalar pelo Wi-Fi, 4G, plano de dados. Isso está no Ministério da Economia”, disse o ministro, na ocasião.

O ministro também relacionou o projeto com a pandemia do novo coronavírus. Segundo ele, as pessoas que estaria em casa e não tivessem internet poderiam se informar por meio dos programas de rádio.

“Eu sou totalmente liberal na economia, mas nós estamos passando por um momento de coronavírus, pandemia. As pessoas estão em casa. […] E muita gente ainda não tem internet: 40 milhões de brasileiros e quase todo mundo tem rádio e ouve o rádio e tem celular. E uma coisa que eu não sabia antes de virar ministro é que 90% dos celulares do Brasil, eles têm rádio, mas eles não são ligados”, disse.

Últimas notícias