Bolsonaro anuncia que testou positivo em novo exame de Covid-19

Presidente teve diagnóstico positivo na semana passada e passou a despachar diretamente do Palácio da Alvorada, sua residência oficial

atualizado 15/07/2020 18:42

Jair BolsonaroFotos: Rafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) informou na tarde desta quarta-feira (15/7), durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais, que um novo exame que fez para verificar se ainda está com Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, deu positivo.

De acordo com Bolsonaro, ele foi submetido a um novo teste na manhã de terça-feira (14/7) e o resultado saiu à noite.

“Ontem de manhã fiz exame, à noite deu resultado que ainda estou positivo para o coronavírus. Eu espero que nos próximos dias eu faça um novo exame e, se Deus quiser, dá tudo certo para a gente voltar logo à atividade”, disse.

Bolsonaro afirmou que está “muito bem” e que continua tomando hidroxicloroquina, apesar de não haver comprovação científica sobre a eficácia do medicamento.

“Mas não estou aqui para orientar ninguém a tomar esse ou aquele medicamento. Procure seu médico desde o início dos sintomas”, declarou.

Minutos depois do anúncio, a Secretaria de Comunicação da Presidência divulgou a seguinte nota: “O presidente Jair Bolsonaro realizou novo teste de Covid-19, após ter sido diagnosticado com a doença no último dia 7. O resultado foi positivo. O presidente permanece no Palácio da Alvorada, residência oficial, e continua sendo acompanhado pela equipe médica da Presidência da República”.

Na semana passada, o presidente anunciou que seu exame para verificar se havia contraído o novo coronavírus havia dado positivo. Ao anunciar a notícia sobre o diagnóstico, Bolsonaro voltou a minimizar os riscos que o vírus representa e disse que estava se sentindo “perfeitamente bem”.

Na última quinta-feira (9/7), a Secom disse que o presidente evoluía bem da Covid-19 e sem intercorrências. Esse foi o único boletim divulgado pelo Planalto sobre o estado de saúde de Bolsonaro desde a confirmação do diagnóstico.

No total, o presidente da República já foi submetido a cinco exames que apontaram ou não a presença do vírus. Três deram negativos e dois, positivos.

Bolsonaro tem 65 anos e faz parte da faixa etária considerada por especialistas como grupo de risco da Covid-19.

Com o resultado positivo, Bolsonaro deve continuar isolado no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, até que esteja apto para retornar ao Palácio do Planalto. A previsão é que o presidente seja submetido a um novo exame na próxima semana.

Exames anteriores

Em maio, antes de ser diagnosticado com a doença, o jornal O Estado de S.Paulo entrou com uma ação na Justiça para ter acesso aos exames do presidente que, segundo ele, haviam dado negativos.

À época, o governo alegava que os exames eram de “foro íntimo” do presidente e que ele não era obrigado a apresentá-los.

Após uma disputa judicial, o governo perdeu e teve de entregar ao Supremo Tribunal Federal (STF) os laudos dos três exames, todos com resultado negativo, mas sem o nome do presidente Jair Bolsonaro. Nos três exames foram usados codinomes para, segundo o governo, preservar a identidade e a segurança do presidente.

No entanto, no exame que confirmou o diagnóstico positivo para o novo coronavírus constava o nome do próprio presidente Bolsonaro. Veja o exame, feito por uma unidade do laboratório Sabin, em Brasília, aqui.

O Metrópoles questionou a Secretaria de Comunicação da Presidência da República sobre a mudança no protocolo, mas não obteve resposta.

0

 

Mais lidas
Últimas notícias