Bolsonaro acusou DiCaprio “falsamente”, diz imprensa estrangeira

Os veículos afirmaram que o presidente brasileiro participa de uma campanha para expulsar as ONGs ambientalistas do país

Leonardo DiCaprioAP Images/Invision

atualizado 30/11/2019 11:15

A declaração do presidente da República, Jair Bolsonaro, acusando o ator norte-americano e ambientalista Leonardo DiCaprio de ter participação nos incêndios da Amazônia repercutiu também nos veículos internacionais, que criticaram a fala do mandatário brasileiro.

“Leonardo DiCaprio é um cara legal, né? Dando dinheiro para tacar fogo na Amazônia”, disse Bolsonaro, na sexta-feira (29/11/2019) na saída do Palácio do Alvorada. O  jornal The NY Times afirmou que a fala do presidente brasileiro foi dada “sem evidências”.

A notícia repercutiu também no The Guardian, que chamou Bolsonaro de “populista nacionalista”, que “prometeu expulsar ONGs do meio ambiente do país”. O veículo britânico também escreveu que o mandatário da República culpou “falsamente” DiCaprio.

Já para o Washington Post, as declarações de Bolsonaro fazem parte de uma “campanha do governo mais ampla contra grupos sem fins lucrativos que operam no Brasil”.

Ainda segundo a reportagem, a organização ambiental de DiCaprio, Earth Alliance, prometeu US $ 5 milhões para ajudar a proteger a floresta depois das queimadas.

Últimas notícias