Aziz diz que Dias fez dossiê para se proteger: “Sabemos com quem está”

Roberto Dias, ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, não confirmou, nem negou a existência do dossiê. Documentos estariam na Europa

atualizado 07/07/2021 17:26

Senador Omar Aziz, presidente da CPIRafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), afirmou, nesta quarta-feira (7/7), que o ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde Roberto Ferreira Dias fez um dossiê para se proteger, ao ser exonerado no último dia 30 de junho.

“O senhor sabe que o senhor fez um dossiê para se proteger. Eu estou afirmando, eu não estou achando. Nós sabemos onde está esse dossiê, e com quem está. Não vou citar nomes para que a gente não possa atrapalhar as investigações. O senhor recebeu várias ordens da Casa Civil por e-mail, lhe pedindo para atender. Era ‘gente nossa’, ‘essa pessoa é nossa’. Não foi agora, não”, declarou Aziz, impaciente com algumas respostas de Dias.

Dias não confirmou, nem negou a existência do dossiê. A coluna Radar, da Veja, publicou que os documentos estariam guardados na Europa.

0

Dias é acusado pelo vendedor Luiz Paulo Dominguetti Pereira, suposto representante da Davati Medical Supply no Brasil, de pedir US$ 1 por dose para negociar imunizantes. A solicitação teria acontecido em um restaurante no Brasília Shopping, área central de Brasília. Dias nega.

Últimas notícias