Aziz chama Wagner do Rosário de “petulante para caralho” e áudio vaza

O áudio vazou durante sessão destinada a ouvir o depoimento do ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), nesta terça-feira (21/9)

atualizado 21/09/2021 15:02

Roque de Sá/Agência Senado

O presidente da CPI da Covid-19, senador Omar Aziz (PSD-AM), chamou o ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, de “petulante para caralho”. O áudio vazou durante sessão destinada a ouvir o depoimento de Rosário, nesta terça-feira (21/9).

A irritação de Aziz decorreu de resposta atravessada do ministro, em réplica ao questionamento sobre o período em que a CGU soube do envolvimento da Precisa Medicamentos nas irregularidades envolvendo as negociações pela aquisição da vacina indiana Covaxin.

Rosário afirmou ter tido conhecimento em junho deste ano, por meio da imprensa. Aziz se surpreendeu com o intervalo entre o início das investigações, em setembro de 2020, até chegar à denúncia de atuação da Precisa no trâmite.

Confira:

Como resposta, o presidente da CPI ouviu: “Não sei se o senhor já participou de alguma investigação, você não passa um scanner na hora da busca e apreensão e sai os dados, não. Tem que ter análise, tem que levar tempo”, disparou Rosário.

Após a fala atravessada, ouve-se um comentário do senador Otto Alencar (PSD-BA). “Muito petulante, né, presidente?”, diz o senador baiano, que ouve de Aziz: “Petulante para caralho”.

Em seguida, o senador Rogério Carvalho (PT-SE) também critica a postura do CGU. “Se a petulância do depoente for do tamanho da competência, nós estamos muito bem servidos”, ironizou.

0

Mais lidas
Últimas notícias