Após contrair Covid-19, presidente do STJ recebe alta médica

Ministro Humberto Martins está liberado para cumprir compromissos na presidência do STJ e do CNJ. Ele está despachando de casa

atualizado 06/01/2022 8:59

Humberto Martins, ministro e presidente do STJArthur Menescal/Especial Metrópoles

Dias após testar positivo para o novo coronavírus, o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, recebeu alta médica e poderá retomar os compromissos na presidência do STJ e do Conselho da Justiça Federal (CJF).

Segundo nota divulgada pela Corte, o médico Fausto Stauffer liberou o ministro a partir da próxima sexta-feira (7/1). O retorno presencial deverá ocorrer apenas no dia 1º de fevereiro, quando o Judiciário retorna do recesso de fim de ano.

Com sintomas leves, o magistrado já havia decidido continuar despachando de Alagoas, onde tem residência.

Martins tem 65 anos e, como presidente do STJ, é o responsável por decidir casos urgentes durante o recesso do Judiciário.

Uma das decisões concedidas pelo ministro durante o recesso foi a suspensão da ação penal em que a empresária Maria Cristina Boner é acusada de corrupção. Cristina é ex-mulher de Frederick Wassef, um dos advogados da família Bolsonaro.

0

Leia a íntegra da nota do STJ:

“Nota

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, que se encontrava em acompanhamento médico devido a testagem positiva para a Covid-19, recebeu alta para o pleno exercício de suas atividades pessoais e profissionais.

A partir das conclusões de exames realizados, o Dr. Fausto Stauffer (CRM 16281-DF) liberou o ministro a partir desta sexta-feira, 7 de janeiro, para seus compromissos na presidência do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Conselho da Justiça Federal (CJF).

Secretaria de Comunicação Social do STJ”

Mais lidas
Últimas notícias