Aneel aprova reajuste e contas de luz terão aumento de 3,9%

O órgão estabeleceu novos valores para as receitas das concessionárias de transmissão, com alta de 26% para este ano e para 2021

atualizado 14/07/2020 21:28

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (14/7) reajuste na receita anual de empresas de transmissão de eletricidade. A taxa definida, de 26%, vai resultar em um aumento médio de cerca de 3,9% nas contas de luz.

Segundo a decisão da diretoria do órgão, a receita que deve ser arrecadada pela Tarifa de Uso do Sistema de Transmissão (TUST) neste ano e no próximo será de R$ 27,9 bilhões, e passa a vigorar a partir de 1º de julho de 2020.

A TUST é paga por geradoras, distribuidoras, consumidores livres, importadores e exportadores de energia elétrica.

De acordo com o órgão, com a Conta-Covid, o impacto será “diluído” e amortecido nos processos tarifários das distribuidoras.

Essas novas despesas, que seriam incluídas integralmente nas contas de luz já nos próximos reajustes, para serem pagas em 12 meses, com a Conta-Covid poderão ser diluídas em um prazo maior, de 65 meses.

 

Últimas notícias