Victor Hugo afirma que Moro vai à CCJ da Câmara dia 26

Na próxima quarta (19), o ministro vai à CCJ do Senado prestar esclarecimentos sobre o vazamento de mensagens com procuradores da Lava Jato

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilFabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

atualizado 11/06/2019 20:02

O líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), disse que o ministro da Justiça, Sergio Moro, vai à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados no dia 26 de junho. Na próxima quarta-feira (19/06/2019), Moro vai à CCJ do Senado prestar esclarecimentos sobre o vazamento de mensagens com procuradores da Operação Lava Jato.

O presidente da CCJ da Câmara, Felipe Francischini (PSL-PR), contudo, esperava que a visita de Moro à comissão ocorresse ainda na semana que vem, uma vez que a oposição tem obstruído todos os trabalhos do colegiado. O deputado quer dar celeridade à análise dos projetos, por isso queria que fosse na próxima terça-feira (18/06/2019).

A força-tarefa de lideranças do Planalto ocorre para evitar o desgaste do titular da Justiça de ser convocado por parlamentares para comparecer ao Parlamento. Mais cedo, a líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), afirmou que estava articulando uma visita “espontânea” de Moro nas duas Casas.

Depois disso, o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), enviou um ofício ao presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), com uma solicitação de comparecimento do ministro da Justiça na CCJ. Ficou definido que, na próxima quarta (19/05/2019), Moro participe de uma audiência pública na comissão, presidida por Simone Tebet (MDB-MS).

“Manifestamos nossa confiança no ministro Sergio Moro, certos de que esta será uma oportunidade para que demonstre a sua lisura e correção como juiz federal, refutando as críticas e ilações a respeito da sua conduta à frente da Operação Lava Jato”, escreveu no ofício.

Últimas notícias